29 maio, 2013

Esta coisa da adopção por homosexuais

Se há tema que não me tira nem preciosos 2 minutos de sono é o tema da adoção de crianças por casais homossexuais.
Por esta simples razão: se há um casal, há amor, se há amor, então há o requisito fundamental para se criar e proporcionar felicidade a uma criança: O AMOR. E é isto que qualquer criança precisa para ser feliz: AMOR.
Mas a palavra amor é muito vaga, certo? E então o que é o amor aplicado às crianças?
Proporcionar amor às crianças é, na minha opinião, isto: dar-lhes um teto, uma caminha limpa e uma almofada fofa; é dar-lhes de comer, lanche, almoço, etc; é levá-los à escola e ajudá-los nos tpcs (o que às vezes é muito difícil e cansativo!!!); dar-lhes banho e passar-lhes o creme hidratante para a pele ficar macia; dizer-lhes 50 vezes que não podem ter os brinquedos espalhados pela casa toda porque mora lá mais gente, gente que às vezes anda descalça e que sofre muito quando pisa a cabeça de um gormitti...; é dizer-lhes 132 vezes que o chapéu é para estar na cabeça e cerca de 94 que o creme solar é muito importante; é assegurar que têm roupa quente de inverno e t-shirts frescas de verão; é de manhã garantir que saíram de casa com o pequeno almoço na barriga, mesmo que seja uma tigela cheia de coisinhas a boiar com carradas de chocolate; é ajudá-los a tomar a decisão quando tiverem que escolher a área de estudo, durante o seu percurso escolar; é levantar da cama 4 vezes numa noite porque estão doentes e chatos; é responder-lhes àquelas perguntas difíceis quando, muitas vezes, nem nós temos a certeza da resposta; é dizer-lhes que nem sempre o preto é preto e o branco é branco e que a vida é injusta; festejar com eles aquele golo marcado ou aquele resultado alcançado na escola.
Bem, amar uma criança, mais tarde adolescente e, mais tarde adulto e mais tarde, ela própria mãe/pai de alguma criança é muito mais que isto, mas é mais ou menos isto, mais do mesmo....
E este AMOR, este amor que aqui exemplifiquei não se extingue num casal de heterossexuais, não é detido apenas pelos casais heterossexuais, acho.....Acho não, tenho a certeza. Este AMOR é a necessidade básica para o crescimento sadio de qualquer criança, é o alicerce que irá sustentar a sua vida e os desafios que lhe esperam. Um lar com pessoas que a amem. E podem ser dois homens e podem ser duas mulheres e podem ser um homem e uma mulher. Mas aquele requisito tem que lá estar - o AMOR.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Eu acho que...