Avançar para o conteúdo principal

OLEIROS

Não será para muita gente novidade que Deus ou a entidade superior que criou este mundo, estaria num momento de elevada inspiração quando desenhou o concelho de Oleiros! Tenho dito!
É deste lindo município que vos venho falar, dar a conhecer e sugerir juntarem algumas moedas para investirem num fim de semana ou férias neste paraíso.
A única coisa que ficou aqui a faltar a este projecto chamado Oleiros foi mesmo o sistema de aquecimento das águas porque estas são do tipo gelado +++. Mas há quem diga que faz bem aos ossos, portanto venham de lá esses esqueletos!
https://autocarro21.files.wordpress.com/2015/09/fragas1.jpg
Praia Fluvial de Fróia


Começo pela gastronomia, assim como assim! Caso optem por ficar num turismo rural tragam as sapatilhas daquelas que estão na moda e que quase correm sozinhas. É que a desgraça calórica começa logo ao pequeno almoço. Aquela panóplia de cores naqueles frascos do diabo que contém doces e compotas convidam logo ao pecado da gula. Sim! Estou convencida que há a mão do diabo neste projecto chamado Oleiros. Ele é o pão, ele são os bolinhos caseiros feitos com os ovos das galinhas lá do quintal e que geralmente berram (cantam para alguns…) logo pela madrugada, ele são os chás aromáticos que nos levam lá longe e que acalmam mesmo os mais nervóticos!. Estes pequenos almoços deixa-nos fartos e com a barriga a rebentar!
https://autocarro21.files.wordpress.com/2015/09/cabrito.jpg


Os almoços e jantares em que tudo é bom! São as sopas geralmente à base dos produtos da horta, o cabrito estonado com batata assada, o maranho, as carnes grelhadas que têm outro sabor e as sobremesaaaaas. Acho que já ficaram com uma ideia do que vos espera! E tudo regado a vinho:) para não se engasgarem. E muitas vezes até basta pedir a pomada da casa que é quase sempre uma boa escolha.
As praias fluviais são imensas e todas dignas de postal. Podem levar o vosso cesto de iguarias ou  então há sempre um café aberto, pelo menos na época balnear. Já sabem que nestas praias por vezes olha-se para o lado e vêm-se famílias de garrafão e com 2 a 3 geleiras cheias de coisas frescas e tupperwares de meter inveja, em especial a quem apenas trouxe umas sandochas de mortadela com azeitona e sumos de pacote…

https://autocarro21.files.wordpress.com/2015/09/rocas1.jpg
Praia Fluvial das Rocas
Estas praias têm sempre sombras e muito espaço para as vossas toalhas, não dá, portanto, para ouvir as conversas dos outros. Pois, tem esse contra! Existem algumas com a opção de aluguer de canoas ou até praia com ondas, como é o caso da Praia Fluvial das Rocas, em Castanheira de Pêra (paga-se entrada).
Praia Fluvial de Froia

Para dormir há variadas opções. Há hotéis, casas e bungalows junto aos rios, casas particulares nos sites do costume e turismos rurais. Gostei muito Turismo Rural Vilar dos Condes. É um conjunto de pequenas casas em Xisto, com cozinha, de várias tipologias e um pequeno tanque transformado em piscina para todos. As casas são quase museus, que juntam o passado e a modernidade.
"spa" da praia fluvial de Froia

Depois de terem perdido algum do vosso precioso tempo a lerem isto, será melhor completarem com a visita deste site  para verem ainda a quantidade de praias fluviais que têm para mergulharem os dedos do pé e o restante físico len-ta-men-te! Se forem até Oleiros poderão tirar selfies e deixar os vossos amigos com ataques de inveja, histéricos mesmo e depois, quando não tiverem mesmo, mesmo, mesmo, nada para fazer, deixar aqui os vossos comentários!
https://autocarro21.files.wordpress.com/2015/09/vilar1.jpg
E se depois disto ainda não se fizeram à estrada, então sigam este link e vejam este vídeo:
Mas atenção, nada de pressas, conduzam devagar, apreciam a paisagem e respirem o ar puro!





Comentários

Mensagens populares deste blogue

Receita de rolo de carne com batatinhas no forno

Os comilões cá de casa aprovaram a janta. Assim, aqui vai a receita:

Ingredientes:

Para o rolo
700 gr. de carne picada
Pão (pode ser do dia anterior)
Leite
Temperos a gosto (sal, louro, pimenta, alhos)
Legumes a gosto cozidos (eu tinha couve portuguesa e couve galega)
Salsa e/ou coentros

Para as batatas assadas
Batatas congeladas do pingo doce (redondas para assar)
Cenouras cortadinhas em cubos pequenos
Coentros e/ou salsa
Sal
Azeite
Pimentão doce
Alhos

O rolo:
Comecei por juntar o pão ao leite e fazer uma papa. Adicionei os temperos e depois juntei e misturei tudo à carne picada que ainda estava dentro do saco. Deixei estar uns minutos para a carne ganhar o gosto. O pão deixa a carne picada menos seca e ė uma forma de cortarmos na carne e ainda aproveitar as sobras de pão.
Numa folha de papel vegetal forrada com um pouco de manteiga, coloquei a carne picada e abri um túnel onde deitei a salsa e coentros picadinhos e depois, por cima, legumes cozidos e escorridos. Formei um rolo e pu…

Justin Bieber amigo dos piolhos

A propósito do Justin Bieber e daquele penteado que ele tinha, que lhe escondia a cara, tenho a contar o seguinte:

O meu rico filho de 11 anos tem um desses fashion looks em que passa a vida a abanar toda a cabeça num sentido, para que o cabelo fique de lado. Como se tivesse sido apanhado no meio dum vendaval.

No ano passado, à custa desse cabelo gigante apareceu-lhe pela primeira vez desde a sua existência, aquela bicharada que põe qualquer Mãe com os nervos em franja.

Ora, aproximando-se rapidamente a primavera e com ela a tropa da piolhada, eu pedi-lhe encarecidamente para que considere cortar o cabelo, deste vez, curto.

Sim porque eu sou uma Mãe moderna e deixo o meu filho cortar o cabelo como ele entende, desde os....sei lá...5 anos.

Claro que eu poderia dar-lhe dois berros, levá-lo pelos cabelos até ao cabeleireiro e depois mandar cortar aquela cabeleira a meu gosto.
Mas não.
Eu sou uma Mãe moderna que entende que na construção da sua personalidade, que eu espero que seja fort…

Cais do Sodré e Baixa aí vamos nós....

É mesmo isso, este Sábado fomos para a rambóia. Eu, o meu husbund e alguns amigos.

Deixo aqui o itinerário escolhido para que possam tirar umas ideias, num próximo fim de semana.

Combinámos à porta do restaurante às 8.30 mas chegámos cedo.....então andámos às voltas, eu e o meu mais que tudo. O restaurante ficava na baixa, na rua dos Sapateiros, 177, a que tem uma arcada e é paralela à rua Augusta.

Como estávamos a queimar tempo, fomos à descoberta e entrámos, nada mais nada menos, que no antigo cinema onde há alguns anos passavam filmes para maiores de 18 anos!!!

Aquilo é um local muito interessante, eh, eh, onde por apenas 2 euros se pode ver uma senhora toda descascadinha. São cabines onde com alguma dificuldade me fiz caber, a mim e ao meu marido.

Colocam-se as moedas e abre-se uma janela de onde se vê uma senhora numa cama redonda que se move, move-se a cama e move-se a senhora!!!..o máximo!!!
Andava com curiosidade de ver este tipo de atracção e já está, já vi, finalmente.

Dep…