29 janeiro, 2018

DOMINGO

No domingo, bem cedo, ainda eu estava na conversa com a minha almofada e embrulhada no edredon (tão bom!), entra-me o meu filho mais novo com a seguinte pergunta:
- Mãe, eu posso pagar uma despesa em duas prestações, certo? E as prestações são iguais?
 Eu peço-lhe para repetir porque ainda estava a dormir e não estava a perceber nada. Ele repete. Eu acordo em sobressalto e grito-lhe:
- Tu não te ponhas a comprar nada com o meu telemóvel!
A resposta do moço:
-Oh, Mãe! Eu estou só a fazer os trabalhos de matemática...
São assim as minhas manhãs de Domingo...emotivas!


24 janeiro, 2018

EDUCAÇÃO SEXUAL

O meu filho mais novo com apenas 10 anos, teve uma aula na escola de educação sexual. 
Comunicou o acontecimento ao jantar. 
Perguntei-lhe de que tinham falado e tal. 
Resposta dele:
- Oh, Mãe! Falámos de coisas básicas!
Fiquei sem saber o que responder, confesso 😁...




23 janeiro, 2018

CANELONES DE ESPINAFRES E CARNE PICADA.

Aqui está um prato que recolhe sempre muitos admiradoras na minha casa. Aqui somos 4 e nunca sobra...

Ingredientes:

14 canelones (dos pré-cozidos)
1/2 kilo de carne picada (carne vaca, porco, frango, peru, ou seja, carne a gosto)
1 embalagem e meia de molho branco ou caseiro*
1 molho de espinafres frescos
1/2 chávena de café de azeite
Queijo q.b. (podem ser sobras) e quanto mais "cheiroso" melhor!
1 Chávena de café cheia de polpa de tomate em pacote ou em frasco
Temperos vários: sal, alho, louro, pimenta moída (eu uso a que trouxe de São Tomé 😜)

Utensílios necessários:

Frigideira
Colher de pau
Colher de bater de varetas (ver imagem)
Travessa de ir ao forno
Pequena caçarola
Imagem relacionada












* Molho branco, ingredientes:

1/2 litro de leite (ou um pouco mais)
Manteiga
Farinha (maizena, preferencialmente)
Preparação:
Dissolver duas colheres de sopa em meio litro de leite.
Levar ao lume para engrossar, mexendo sempre com a colher de varetas. Diminuir o lume para não pegar. A meio, juntar uma colher de chá de manteiga. Continuar ao lume e mexer.
Se estiver muito grosso juntar mais um pouco de leite. Juntar sal e a pimenta a gosto. Leva cerca de 10 minutos a ficar pronto.
Não deixar nunca de mexer porque facilmente se pega ao fundo.


Preparação dos canelones:

Colocar na frigideira 1/2 chávena de café de azeite, dois dentes de alho inteiros e descascados e 2 folhas de louro.
Deixar fritar uns segundos sem deixar queimar os alhos. Juntar a carne picada, adicionar o sal e a pimenta, a gosto.
À parte, escolher, lavar e partir em pedaços os espinafres. Pode cozê-los num pouco de água, ou apenas colocá-los dentro de uma bacia com água a muito quente para amolecerem.
No final, coar e reservar.
Enquanto a carne frita, junte a polpa de tomate. Quando a carne estiver cozinhada apagar o lume e reservar.

Colocar na travessa:
No tabuleiro de ir ao forno, colocar os canelones recheados com a carne picada.
Faço esta operação com a ajuda de uma colher de chá, é a parte mais chata...
Depois de colocar todos os canelones na travessa, dispor por cima os espinafres coados. Cobre-se com o molho branco e no final, polvilha-se com o queijo ralado ou cortado em  pedaços.
Levar ao forno para a massa dos canelones cozer.
Nos 5 minutos finais ligar o gratinador do forno para tostar um pouco o queijo e ficar com aquele aspeto bem gostooooso!

Nota 1: Os espinafres além de fazerem bem 💪, cortam um pouco todos estes sabores, tornando este prato mais leve.

Nota 2: Tenho um filho que não aprecia espinafres nos canelones, pelo que, deixo sempre 3 a 4 canelones sem a cobertura de espinafres. Desta forma, todos ficam contentes e alimentados!

BOM APETITE!







































22 janeiro, 2018

BRUNCH

Sabes que tens uma familia que não dispensa uma refeição completa, quando chegas a casa e propões marcar um brunch no Domingo. Expliquei por alto do que se tratava, do cenceito e o que era servido no tal brunch. A pergunta que se seguiu imediatamente foi: 
- Mas depois do brunch vamos almoçar, certo?
Expliquei que o brunch é suposto substituir uma refeição e que apesar ser apenas um pequeno almoço completo e tardio, podendo estender-se até às 15 horas, ficamos saciados. 
Logo a seguir:
- Mas não tem nem carne nem peixe!
Não desistindo, acrescentei que pode ter ovos mexidos, bacon, salmão fumado, etc. 
A resposta, sem pinga de entusiamo, foi:
- Ah, hum, ok...
















10 janeiro, 2018

OLEIROS

Não será para muita gente novidade que Deus ou a entidade superior que criou este mundo, estaria num momento de elevada inspiração quando desenhou o concelho de Oleiros! Tenho dito!
É deste lindo município que vos venho falar, dar a conhecer e sugerir juntarem algumas moedas para investirem num fim de semana ou férias neste paraíso.
A única coisa que ficou aqui a faltar a este projecto chamado Oleiros foi mesmo o sistema de aquecimento das águas porque estas são do tipo gelado +++. Mas há quem diga que faz bem aos ossos, portanto venham de lá esses esqueletos!
https://autocarro21.files.wordpress.com/2015/09/fragas1.jpg
Praia Fluvial de Fróia


Começo pela gastronomia, assim como assim! Caso optem por ficar num turismo rural tragam as sapatilhas daquelas que estão na moda e que quase correm sozinhas. É que a desgraça calórica começa logo ao pequeno almoço. Aquela panóplia de cores naqueles frascos do diabo que contém doces e compotas convidam logo ao pecado da gula. Sim! Estou convencida que há a mão do diabo neste projecto chamado Oleiros. Ele é o pão, ele são os bolinhos caseiros feitos com os ovos das galinhas lá do quintal e que geralmente berram (cantam para alguns…) logo pela madrugada, ele são os chás aromáticos que nos levam lá longe e que acalmam mesmo os mais nervóticos!. Estes pequenos almoços deixa-nos fartos e com a barriga a rebentar!
https://autocarro21.files.wordpress.com/2015/09/cabrito.jpg


Os almoços e jantares em que tudo é bom! São as sopas geralmente à base dos produtos da horta, o cabrito estonado com batata assada, o maranho, as carnes grelhadas que têm outro sabor e as sobremesaaaaas. Acho que já ficaram com uma ideia do que vos espera! E tudo regado a vinho:) para não se engasgarem. E muitas vezes até basta pedir a pomada da casa que é quase sempre uma boa escolha.
As praias fluviais são imensas e todas dignas de postal. Podem levar o vosso cesto de iguarias ou  então há sempre um café aberto, pelo menos na época balnear. Já sabem que nestas praias por vezes olha-se para o lado e vêm-se famílias de garrafão e com 2 a 3 geleiras cheias de coisas frescas e tupperwares de meter inveja, em especial a quem apenas trouxe umas sandochas de mortadela com azeitona e sumos de pacote…

https://autocarro21.files.wordpress.com/2015/09/rocas1.jpg
Praia Fluvial das Rocas
Estas praias têm sempre sombras e muito espaço para as vossas toalhas, não dá, portanto, para ouvir as conversas dos outros. Pois, tem esse contra! Existem algumas com a opção de aluguer de canoas ou até praia com ondas, como é o caso da Praia Fluvial das Rocas, em Castanheira de Pêra (paga-se entrada).
Praia Fluvial de Froia

Para dormir há variadas opções. Há hotéis, casas e bungalows junto aos rios, casas particulares nos sites do costume e turismos rurais. Gostei muito Turismo Rural Vilar dos Condes. É um conjunto de pequenas casas em Xisto, com cozinha, de várias tipologias e um pequeno tanque transformado em piscina para todos. As casas são quase museus, que juntam o passado e a modernidade.
"spa" da praia fluvial de Froia

Depois de terem perdido algum do vosso precioso tempo a lerem isto, será melhor completarem com a visita deste site  para verem ainda a quantidade de praias fluviais que têm para mergulharem os dedos do pé e o restante físico len-ta-men-te! Se forem até Oleiros poderão tirar selfies e deixar os vossos amigos com ataques de inveja, histéricos mesmo e depois, quando não tiverem mesmo, mesmo, mesmo, nada para fazer, deixar aqui os vossos comentários!
https://autocarro21.files.wordpress.com/2015/09/vilar1.jpg
E se depois disto ainda não se fizeram à estrada, então sigam este link e vejam este vídeo:
Mas atenção, nada de pressas, conduzam devagar, apreciam a paisagem e respirem o ar puro!





PONTE DE LIMA

Foi nesta belíssima Vila que me despedi do ano de 2017 e abri a porta a 2018.
E não podia ter começado melhor, pois que a Vila encantou-me. Gente simpatiquíssima, genuinamente acolhedora, tudo à volta muito cuidado, lindo, verde, moderno mas com o património preservado e com orgulho. Aquelas casas apalaçadas admito que sempre me fascinaram. Imagino sempre as histórias de vida, as famílias que ali viveram, as mulheres que ali deram à luz, etc e tal.
E o que se come...ui! Tenho que lá voltar! O cabrito assado no forno, o  vinho verde,  o tinto que nos faz acabar a noite com a língua roxa! 
Claro que ainda dei uma salto a Valença e comprei uns atoalhados e com a promessa de lá voltar! 
Um saltinho a Viana do Castelo et voilá, durante 3 dias juntei muitas energias para agarrar este 2018 com muito otimismo. 
Tenho que lá voltar no verão  porque sei que tenho mais um milhão de sítios para visitar no Minho.
Ficam umas fotos para terem uma ideia de como aquela terra deixa saudades. Mas as lembranças que ficaram no coração não dá para mostrar aqui 💗