Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Fevereiro, 2013

Aniversário à porta

Hoje a minha manhã foi engraçada.

Ainda eu me estava a levantar da cama e já ouvia o meu filho mais novo a chamar por mim:
- Oh, Mãeeeeeeeeeeeeeeeeee, Oh Mãeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!
E eu, da outra ponta da casa, respondi-lhe:
- O que se paaaaaaaaaaassaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa?
- Prepaaaaaaaaaaaaaara-te, porque amanhã fazes anos!
:) :) :)

E eu estou a preparar-me. A preparar-me para completar os 41 anos. Já só me faltam 9 para fazer 50. É nisto que me dou frequentemente a pensar ultimamente. O que fiz aos outros 40 anos? Já passaram pois...

Mas nem tudo é mau (refiro-me ao facto de já ter gasto 41 anos da minha vida), porque este ano nem tenho dia de anos, Ou seja, não há dia 29. E eu nasci no dia 29 de Fevereiro de 1972. Não havendo 29, continuo nos 40, portanto.

É isto que tem sido a minha vida, esperar pacientemente a chegada de um ano bissexto para que possa festejar à séria pela existência do meu dia de anos.

Nos outros anos, como este de 2013, contento-me com o último dia de Feve…

Espaço em branco

Tenho uma amiga, muito especial que aderiu à moda, e muito bem, das lojas online no facebook. As bijus é ela que as faz, já a roupinha gira importa não sei de onde. Mas o que importa mesmo é que são peças muito interessantes e ela vende-as por um preço tão bom quanto as peças.

Pois aqui vai esta sugestão:

Chama-se Espaço em Branco e pesquisa-se facilmente no FB.

Aqui vai a imagem para não se perderem :)











and the oscar for supporting actor goes to...

Não sei ao certo quais os critérios para decidir quem leva para casa a estatueta dourada de Hollywood.

Na minha opinião, o grande prémio para actor secundário foi muito bem atribuído.

Se a ideia foi: salientar e homenagear o papel de alguém muito à frente no seu tempo, então este Óscar foi para a personagem/actor certo. Assenta-lhe que nem uma luva.

Para quem viu o filme ou para quem ainda não o viu, este personagem é dono duma serenidade, subtileza, sensibilidade, humanidade e inteligência soberbas.

Depois de o visionarem, pela curiosidade de perceber porque razão foi este, e não outro, o actor que ganhou a estatueta, irão certamente despertar as vossas consciências para aquele que foi o maior (a par com o nazismo) o momento mais vergonhoso da existência humana: a escravatura. Então, então terá valido a pena, a atribuição deste prémio a Christoph Waltz (Django).

Foi nesta perspectiva que eu vi a atribuição deste prémio pela Academia. Presentear e homenagear o actor mas também despe…

O paraíso é branco

Se o paraíso existe está pintadinho de branco.





O coelhinho quer factura

Li hoje na SAPO que a Direcção Geral das Finanças recebeu imensas facturas em nome e com o contribuinte do nosso Primeiro Ministro, Passos Coelho.

Então, parece que há quem, e como forma de protesto, solicite a devida factura mas fornecendo os dados do nosso Primeiro.

Que não haja dúvidas, e politiquices à parte, os Portugueses têm uma capacidade criativa, grande como uma montanha.

Agora imaginem a confusão que vai dar ao nosso Primeiro, aquando da apresentação do seu IRS.







H & M

Aqui está uma proposta de roupinha com cheirinho a verão para o meu menino mais novo, da H&M.

Vamos a preços:

As t-shirts custam 5€ cada, as calças 10€ e os ténis também 10€.

I like it :)



Colar lindo.....

Vi, adorei, levei e trouxe para vermos juntos.

Que colar bonito, parece que é tendência para 2013, dito por quem percebe da coisa....ou seja os blogues da moda.

Tenho que concordar, é lindo. Qualquer pescocinho fica bem com ele pendurado.

É certo que a moça tem uma grande pinta, mas o colar é mesmo brutal!!!!

Esparramada nas almofadas

O azul e o branco ficam sempre bem...e eu ficava ali esparramada naquelas almofadas muito bem e a beber um licor Beirão com uma pedrinha de gelo, se não se importam....

Ela hoje faz anos

Ela hoje faz anos. Mas são só alguns, alguns e poucos. Já os bons momentos e os amigos com quem os viveu, esses, esses são muitos.

Muitos dias alegremente passados, muitas histórias intensamente vividas, muitos momentos brilhantemente conseguidos.

Ela hoje faz anos. E está contente. Tem razões para sentir-se contente.

Do telhado da sua outra casa ela sentia-se importante, cheia de vontades. Vontade para um dia ir a todas aquelas capelinhas, andar naquelas ruas, vaguear e passar aquela ponte ao longe, e tantas vezes a passou. Tantas vezes a passa. E vai passar, mais um ano, mais um ano cheio, cheio de emoções.

Ela hoje faz anos. E já não vai de mota para a escola, à pendura, à boleia. Vai no metro, à boleia do metro. Ela vai para o trabalho com a sua companhia e a companhia dos seus pensamentos. Mas hoje ela só pensa no aniversário, mais um. E vem aí outro lá mais adiante. Mais um ano especial, cheio de dias, horas, minutos...bem passados serão concerteza.

Parabéns a ela. Porque hoje …

Django: grande filme

Mais um sublime filme do Tarantino, na minha opinião.

Adorei, aliás, como todos os movies do Tarantino.

Os seus filmes são de tal maneira violentos que a certa altura já não conseguimos levar muito a sério todo aquele banho de sangue e muito, muito ketchup.

Aquele compasso de espera que existe, quando o bandido saca a arma e prepara-se para matar, é inexistente. Ali mata-se logo e à primeira. Mesmo que se trate da personagem principal.

Tem o seu lado sério, ora não abordasse uma altura vergonhosa da existência humana: a escravatura.

Este filme tem muitas caras conhecidas. lembram-se de Miami Vice e do galã Don Johnson, pois, também lá está. A par com o Leonardo Dicaprio.

Mas fenomenal está o Samuel L. Jackson. Inicialmente só o reconheci pela voz, tal é a caracterização. É perfeita.

Trouxe-me ainda à memória alguns momentos daquela séria soberba: Norte e Sul: o sotaque Sulista, as grandes propriedades, muitos escravos a viveram em condições indescritíveis, o sem fim de criadagem, etc.

Recom…

O dia de S. Valentim é hoje :)

O dia de São Valentim celebra o amor. E o amor é hoje. Ele anda por aí. Ele anda por aí todos os dias, mas hoje ele mostra-se e sem vergonhas, sem tabus, sem pressas. E o amor....o amor às vezes é complicado.

Aliás, a complicação começa logo no próprio Santo que o criou. Parece que existem três Santos e os três reclamam para si a existência e a razão deste dia, dedicado ao amor e aos namorados.

Mas este dia é bom porque é dedicado àquilo que esta vida tem de melhor. Quer seja, sonhar com o amor, querer o amor, pensar no amor, usufruir do amor, lembrar o amor.

E este dia não passa despercebido a ninguém. Até porque tropeçamos em corações e em cupidos e tudo hoje parece que foi pintado a vermelho.

Podemos aproveitar o dia de hoje e torná-lo especial. Escolher com quem, com que pessoa, pessoas, familiares, amigos e colegas queremos brindar...

Brindar ao amor e aos amores. Àqueles já vividos, aos que ainda vamos viver, aos presentemente vividos.

São muitas as hipóteses. Mas certamente…

Chapitô, obrigada pela bela tarde

Hoje trago-vos uma vista bonita, tirada de uma bonita cidade, a minha cidade, minha e de todos..claro. Refiro-me à cidade de Lisboa. Não que o nosso pais não esteja carregado de cidades bonitas, vilas inspiradoras e aldeias românticas. Mas como devem compreender a cidade onde nascemos é como os nossos filhos: são sempre os mais bonitos do mundo.

Consegui finalmente ir visitar um espaço que há muito estava na lista dos locais especiais tipo " must go". Refiro-me ao Chapitô. Fica para cima do Miradouro de Santa Lúzia, a caminho do Castelo de São Jorge. Portanto uma zona de ouro para qualquer Lisboeta.

Subi inúmeras vezes aquelas ruas, cimo ao Castelo, cujas portas estavam sempre, inevitavelmente, fechadas. Porque foi sempre de noite e sempre na noite de Santo António. Mas essa é outra história, da minha história.

O espaço do Chapitô é simples, percebe-se que tudo se aproveita para ajudar na decoração. Tem uma bar e uma esplanada onde se vê aquilo que esta foto mostra e muito …

Sagres..aqui vamos nós

Já está. Já fiz a reserva. Eu e mais o grupo de amigos. Os do costume. Os que alinham sempre quando o assunto é ir até Sagres. São cá uns invejosos. Assim que sabem da noticia toca a ligar e a reservar. Nunca querem ficar de fora. E ainda bem que assim é.

Sagres é como a nossa terra. Aquela terra que dizemos que vamos, como quem vai ao norte, ver das batatas ou rever os avós.

Mas nós ali não temos as tias nem mesmos as couves portuguesas para regar.

Regados mesmo só mesmo de vinho ou cerveja fresquinha, depois de carregarmos as baterias ao sol. Sol é que não falta em Sagres.

Mas nós em Sagres temos também uma família muito importante para rever: o mar, as praias fabulosas, as conversas que se colocam em dia, o jogo da sueca que termina sempre em discussão sobre as cartas que saíram duas vezes no mesmo jogo, misteriosamente. As sandes místicas por nós baptizadas, porque se enfiam dentro do pão o queijo, o fiambre e a folha de alface para completar, como num ménage à trois.

Ir a Sagre…

Curtinha

O meu filhote mais novo, aproxima-se de mim, puxa a calça para cima e exclama:

 - Mãe, olha uma nova negra, e grande!

Parece-me que ele queria dizer nódoa negra.

Aliás, uma nova nódoa negra.

Ele limitou-se a resumir.

Facebook I like

Soubesse o Mark que se lembrou um dia do Facebook, dos mais variados fins a que se tem destinado...soubesse ele, ficaria muito orgulhoso certamente.

O FB apareceu na minha vida, e ficou, faz hoje parte dela, entrou na minha rotina.

Foi através de uma irmã que por se encontrar longe achou interessante saber-mos umas das outras e em especial acompanhar o crescimento dos filhos que todas temos. Isto já foi, sei lá, há uns 8 anos.

Esse objectivo foi alcançado, esse e muitos outros. Também passei a acompanhar o desenvolvimento dos filhos dos meus amigos, a conhecer os seus estados de espírito e de alma. Fiquei a saber quem venceu na vida profissionalmente (seja lá o que isso for), quem se casou, quem se mantém casado, quem está numa relação, quem está numa pausa...

Voltei a reencontrar vizinhas antigas, ex colegas da escola, um sei lá de gente que em algum momento passou na minha vida e que de outra forma eu não teria sabido como envelheceram, como os seus rostos mudaram, como eu, ao fi…

Praia & Sol

Eu faço parte daquele grupo imenso e feliz de portugueses que assim que vê o sol a rir-se lá no alto, transfiro-me, a mim, e aos meus, para a praia.

Passei pelo quiosque para comprar alguma literatura (o Jornal Expresso) e lá fui sentar-me nas confortáveis cadeiras da praia, com a desculpa do café. Mas não fiquei a manhã toda.

Até que o vento ajudava na viragem das páginas, mas já as minhas costas e a idade (afinal sempre são 40) obrigaram-me a voltar para casa mais cedo...

No entanto, desforrei-me, ao almoço abri um Lambrusco e bebi uns quantos copos. Apetecia-me mesmo era uma valente sangria mas faltou-me o gelo. Sim, porque açúcar amarelo, hortelã (da horta), canela, frutas, vinhaça branca e gasosa eu tinha. Estes ingredientes, aliás,  passaram a fazer parte da minha lista de bens essenciais, a par com o leite e o pão.

Claro que depois do almoço, cá fora, no meu private terrace, bem bebida e bem comida, acabou na cama, numa merecida siesta.

Claro que este sol, como sopeira que s…

Sesimbra e o Cabo Espichel

Amanhã, sábado, terei que ir a Sesimbra (que bom!!!) e lá terei que trazer aqueles maravilhosos e mal cheirosos queijos e o pão de lenha, da lojinha do lado...Vida dura, esta!

Caso por lá passem ou venham a passar, fica na estrada para o Cabo Espichel (quase mesmo a chegar lá). É um supermercado com um grande toldo amarelo, no lado esquerdo.

Bom fim de semana.

Lisboa do meu coração

Nasci em Lisboa e por lá vivi até aos 26 anos. Altura em que iniciei outra etapa da minha vida e fui viver, em pecado,  com o meu namorado, hoje marido. E por isso, deixei Lisboa...

Hoje entrei no blog, pela primeira vez da revista Time Out e recomendo. Click aqui, click ali e às paginas tantas roubei uma foto. Esta foto levou-me à Rua do Sacramento à Lapa e às minhas muitas viagens no eléctrico 27.

Haverá transporte mais bonito, mais português, mais Lisboeta e alfacinha que o eléctrico. Não me parece.
Levou-me longe esta foto e arrancou-me uma saudade enorme, nostálgica, dos bons momentos que passei nas minhas idas e vindas da faculdade que ficava na Lapa. E quando falam da luz que só Lisboa tem, lembro-me sempre deste local. Num misto de rosa e tons amarelos, com o rio Tejo ao longe, a navegar nas suas águas.

Quando numa altura da minha vida conheci Nova Iorque ( e peneiras à parte), recordo-me da minha frustração quando olhava para cima e não via o sol. Era inverno é certo...mas n…